12 de out de 2008

Você já pode se inscrever na batalha de rimas do Cara e Cultura Negra


Está prestes a acontecer a maior batalha de rimas de Brasília, no dia 20 de novembro, na Praça Zumbi dos Palmares. Trata-se do encerramento do Festival Cara e Cultura Negra 2008, produzido pela Griô Produções, com realização da Prefeitura do Setor de Diversões Sul e ONG nossaMarka.

Um grande encontro entre duas das mais importantes tradições orais brasileiras vai marcar o Dia da Consciência Negra. Rappers e repentistas se encontrarão em uma batalha de freestyle e uma peleja de repente. Primeiro é a vez do rap, depois do repente. O primeiro lugar de cada categoria disputa a grande final. Violas e pick ups e rimas improvisadas com premiação em dinheiro, discotecagem do dj Chokolaty e apresentações musicais de Ataque Beliz (DF), Beto Brito (PB) e Negra Li (SP).

Para inscrever-se é só mandar, até o dia 30 de outubro, e-mail para caraeculturanegra@gmail.com ou grioproducoes@gmail.com, informando modalidade (rap ou repente) nome completo, apelido, localidade e telefone para contato. Atenção, as inscrições são gratuitas, mas limitadas.

Mais informações:

Jaqueline Fernandes

E-mail: caraeculturanegra@gmail.com/ grioproducoes@gmail.com

Telefones: 55 61 33217100 / 55 61 8571 4531 Skype: grioproducoes

Abertas as inscrições para as oficinas de percussão



Aos amantes da percussão, o Festival Cara e Cultura Negra 2008 oferecerá, de graça, duas oficinas nos dias 11 e 12 de novembro, no Teatro Nacional Claudio Santoro.

O paraibano Babilak Bah vai ministrar a oficina multidisciplinar de arte “ENXADIGMA”, um espaço coletivo de exploração sonora utilizando objetos variados, com ênfase à ferramenta “enxada”, sucatas, pequenos efeitos e o silêncio em busca de uma linguagem rítmica-poética-cênica, a partir de dinâmicas e tecnologias corporais e sonoras.

Já o baiano Peu Meurray ministrará a oficina “PNEUMÁTICA, TAMBORES DE PNEUS”, onde pneus já gastos e retirados do lixo serão reaproveitados não só como tambores, mas como móveis, esculturas, caixas de som, bateria, cadeiras e objetos de arte. No Conceito Musical será um momento para discutir a musicalidade, novas timbragens, performances musicais, ecologia e preservação do Meio Ambiente.

Para inscrever-se nas oficinas mande e-mail para caraeculturanegra@gmail ou grioproducoes@gmail.com informando nome completo, a opção de oficina desejada, bem como telefones para contato.


ENXADÁRIO

Data: 11 e 12 de novembro das 13h às 19h

Números de participantes: 25 pessoas

Carga Horária: 10 horas

Coordenador: Babilak Bah

Critério: iniciação musical. Os participantes deverão ter algum instrumento de percussão e um par de baquetas

PNEUMÁTICA

Data:09 de novembro, das 13 às 19h
Números de participantes: 30 pessoas
Carga Horária: 4 horas
Coordenador: Peu Meurray
Critério: sem restrições

Cara e Cultura Negra, uma realização da Prefeitura do Setor de diversões Sul e ONG nosaMarka, com produção Griô.


Mais informações:

Jaqueline Fernandes E-mail: caraeculturanegra@gmail.com

Telefones: 55 61 33217100 | 55 61 8571 4531 Skype: grioproducoes

16 de set de 2008

A Griô prometeu e vai rolar: a maior batalha de rimas da capital já tem data e é nossa


Meu povo das rimas,
Chegou a hora de (nós) Griô mostrarmos porque escolhemos este nome, vamos comemorar nossas heranças ancestrais de tradição oral no dia da Consciência Negra. Você que rima, fica ligada/o que vai ser divertido, educativo e valendo din-din... Você que se amarra, como nós, em batalhas com shows especiais, fica ligada/o também hein...
As batalhas serão parte do Cara e Cultura Negra 2008, projeto da Prefeitura do Conic, produzido por nós, as meninas que são duas mas se desdobram em dez, sim, pra dar contas das produças, dos vídeos, da correria, das amizades, dos encontros e, dos botecos, claro!
Seguinte: mcs e repentistas se encontrarão em uma batalha de rimas e uma peleja de repente. Violas e pick ups e rimas improvisadas com premiação em dinheiro e apresentações musicais de Ataque Beliz (DF), Beto Brito (PB) e Negra Li (SP).
Isso aí: dj Chokolaty nas pick ups com performances inéditas, Ataque Beliz com bom som até umas horas, Beto Brito e sua rabeca cabulosa, cordel e som na caixa e, sim, Negra Li minha gente!
Já já a gente vai divulgar os procedimentos para as inscrições, calma geral, no início de outubro vocês vão poder se inscrever uai!
Enquanto isso, já sei, vocês vão ficar agoniando Chaia e eu no MSN, Orkut, e-mail, telefone, isso aí, não dá nada, estamos junt@s! uhuhuhuhu
Ah, esqueci de falar, vai ser de graça, na Praça Zumbi dos Palmares a partir das 17h!

30 de ago de 2008

Griô Produções estréia programa de televisão

Atenção, atenção senhoras e senhores!
No dia 12 de setembro estréia o programa Latinidades, que será produzido pela Griô Produções (www.grio.art.br) e transmitido, ao vivo, pela TV Cidade Livre.
Latinidades é uma casa latino-americana, cheia de cores, ritmos, sabores e idéias, onde as pessoas se encontrarão infalivelmente. Também um espaço para debate e circulação da produção cultural independente da América Latina. E, por que não, oportunidade pra mostrar quanta latinidade tem no sangue de brasileiras e brasileiros e alimentar, assim, o sentimento de pertencimento e identificação com a cultura do continente.
Além de dar visibilidade ao mosaico cultural de diversidades que gritam pela América Latina, Latinidades vai levantar importantes debates sobre políticas públicas culturais, financiamentos, produção independente, circulação dos produtos culturais, visibilidade às iniciativas de cooperação cultural, entre outras questões correlacionadas.
E, já que a primeira edição do programa será no mês de setembro, quando comemoramos, no Brasil, a Proclamação da Independência, Latinidades traz o debate Independência ou Morte. Vamos falar de questões que permeiam o universo de produtoras e produtores de cinema, teatro, artes plásticas, música e literatura em torno do tema produção cultural independente. Latinidades tem produção Griô, apresentação Camila Guerra, Chaia Dechen e Jaqueline Fernandes. Vinhetas e créditos Ignore Por Favor e Chaia Dechen e trilha sonora de Márcio Hofmann. Latinidades veste Negress e as cabeleiras são feitas por Mel.alina Brads, Priscila Portugal.
O programa será ao vivo, todas as sextas-feiras, às 16h30min na TVCidade Livre, canal 8 da net. Você também poderá acessar Latinidades, em tempo real, pelo site www.tvcomunitariadf.com.br। A TV Cidade Livre é um veículo de comunicação democrático, sem fins lucrativos e voltado à participação da sociedade na televisão brasileira. A Tv oferece uma programação alternativa e revolucionária. Para contribuir com o direito de liberdade de expressão e promoção da cidadania, busca o apoio dos diversos segmentos da sociedade. Griô produções é uma produtora social que tem como missão estimular a produção cultural, dando visibilidade aos artistas nos meios de comunicação. No âmbito internacional busca aproximação com os demais países latino-americanos, na perspectiva de integração e intercâmbios. Formada por mulheres, Griô Produções trabalha também no sentido de dar visibilidade à força feminina manifestada nos palcos, nas ruas, no dia-a-dia, na construção social.

27 de ago de 2008

Apresentação da banda Gilbertos Come Bacon é sucesso na Feira da Música, no Ceará


Baixo, guiitarra, bateria, pandeiro, batucada da pesada, teremin, escaleta, trompete, teclado, computador. Técnicos, roadies, produtores e oito artistas correndo pelo palco, trabalhando freneticamente para preparar o que está por vir. As pessoas em volta perguntam tudo: "de onde são?", " o que é aquele instrumento estranho com uma anteninha?", "que som vão fazer?". Alguns respondem: "é o tal do rabicóre". Assim é o cenário da maioria dos dos shows da banda Gilbertos Come Bacon. Assim foi a apresentação da banda na Feira da Música, em Fortaleza, no último final de semana.
Convidados para tocar na sétima edição da Feira da Música, a Gilbertada atraiu olhares e ouvidos curiosos no Centro Cultural Bonjardim. Já na abertura da feira a expectativa era grande. A apresentação foi uma das mais contagiantes do evento e chamou a atenção de boa parte da mídia especializada e produtores de vários Estados.Muita energia, som de primeira, mistura-fina, cheia de ritmos, e a habitual dose cavalar de deboche da banda mostraram ao público de diferentes partes do país a qualidade da nova safra de produção musical brasiliense. Dos oitenta e seis artistas que passaram pela Feira da Música, apenas Gilbertos Come Bacon representou o centro-oeste este ano.A Feira da Música é um evento que reúne toda a cadeia produtiva da música. Foi a primeira feira de música independente do Brasil, lançada em 2002, e reúne grandes marcas de equipamentos, instrumentos, gravadoras, produtoras e editoras de todo o país para o maior encontro do Norte e Nordeste na área musical. Em Fortaleza os músicos da Gilbertos Come Bacon conheceram um de seus maiores ídolos, referência sonora ímpar para o trabalho da banda, o cearense Babau do Pandeiro. O encontro promete boa parceria em curto prazo.
Nos próximos dias sai o primeiro disco, já muito esperado, da banda Gilbertos Come Bacon. Agora é esperar pra ouvir e acompanhar a agenda de shows, intitulada pela própria banda como " a dieta do bacon". Gilbertos Come Bacon é Griô Produções, valores que agregam produção!
http://www.grio.art.br/

Mostra Internacional de Fotografia no Cara e Cultura Negra 2008

Fotos: Dos & బెర్టీ Winkel


Entre as principais atrações do Festival Cara e Cultura Negra deste ano está a mostra fotográfica “No Coração da África”. De 05 a 14 de novembro, no Teatro Nacional Cláudio Santoro, oito fotógrafos estrangeiros irão expor fotos inéditas de diferentes partes do continente africano.
Os fotógrafos estarão em Brasília nesse período e realizarão ensaios que serão lançados no aniversário de cinqüenta anos da capital.
Já estão confirmados o suiço Marco Paoluzzo e o casal alemão Dos e Bertie Winkel. As fotos são resultados das andanças de Marco em Mali e dos Winkel na Etiópia.
Cara e Cultura Negra é um programa de ações anuais que visa promover e preservar a identidade cultural, social e econômica resultante da influência da raça negra na construção da sociedade brasileira, e potencializar a participação dessa população no processo de desenvolvimento, a partir de sua história e sua cultura.
O festival foi idealizado pela prefeitura comunitária do Setor de Diversão Sul e pelo Centro de Estudos para o desenvolvimento da Cidade, MARKA, e é produzido por Griô Produções.

Mais informações:
Jaqueline Fernandes
E-mail: caraeculturanegra@gmail.com/ grioproducoes@gmail.com
Telefones: 55 61 33217100 / 55 61 8571 4531 Skype: grioproducoes

Confirmado Cara e Cultura Negra 2008!

Novembro, mais uma vez, será mês de grande movimentação cultural nas comemorações do Dia da Consciência Negra em Brasília. O Festival de Cultura Afro-Brasileira Cara e Cultura Negra acontecerá de 05 a 20 de novembro, no Teatro Nacional Cláudio Santoro e na Praça Zumbi dos Palmares, no Setor de Diversões Sul, Conic. Nesses dias ocorrerá uma grande exposição temática, com entrada franca, onde serão apresentadas algumas das principais marcas da cultura afro-brasileira, por meio de mostras fotográficas, shows, oficinas, exposições, desfile de moda, mostra educativa e circuito gastronômico. “Com a consolidação do Cara e Cultura Negra o Brasil ganha mais um centro de referência da cultura Afro-Brasileira, assim como Salvador e Rio, gerando mais possibilidades de trabalho para os inúmeros artistas, firmando, assim, Brasília no cenário nacional”, afirma Flávia Portela, idealizadora do projeto. Entre as apresentações musicais já confirmadas no Cara e Cultura Negra 2008 está o show do baiano Peu Meurray. Músico, compositor, artista plástico, Peu Meurray, nos seus 20 anos de percussão, já tocou e gravou com grandes estrelas da música nacional e internacional. Em Brasília apresentará a oficina Pneumático e a A orquestra de Tambores de Pneus, criada pelo próprio artista, que utiliza pneu de avião, carreta, trator, carro popular, fórmula 1 e kart retirados do lixo. De seu trabalho com reciclagem e música, criou uma banda com foco nos ritmos percussivos. No cardápio cultural do Cara e Cultura Negra 2008, que faz sua última intervenção no dia 20 de novembro, na Praça Zumbi dos Palmares, está confirmada ainda uma batalha entre rappers e repentistas do Distrito Federal. Em breve estarão abertas as inscrições para as duas modalidades. O Festival Cara e Cultura Negra foi idealizado pelo Centro de Estudos para o Desenvolvimento da Cidade, MARKA, e pela Prefeitura Comunitária do Setor de Diversões Sul. A produção será executada pela Griô Produções.

Mais informações: caraeculturanegra@gmail.com/ grioproducoes@gmail.com
Prefeitura do Conic 55 61 33217100
Griô Produções 55 61 81562912

22 de ago de 2008

Produtoras: Chaia Dechen e Jaqueline Fernandes

Griô produções é uma produtora social que tem como missão estimular a produção cultural, dando visibilidade aos artistas nos meios de comunicação. No âmbito internacional busca aproximação com os demais países latino-americanos, na perspectiva de integração e intercâmbios. Formada por mulheres, Griô Produções trabalha também no sentido de dar visibilidade à força feminina manifestada nos palcos, nas ruas, no dia-a-dia, na construção social.


Griô, valores que agregam produção!

Festival conexões griô - Freestyle Repente Rapadura Jojoba Gilbertos Come Bacon

Festival conexões griô julho - Planaltina

Festival Conexões Griô- Nego dé

Festa Conexões Griô Maio 2008 (Mc Hadda, GOG, 3umsó

 

Griô Produções Powered By Blogger © 2009 Bombeli | Theme Design: ooruc